sábado, 4 de julho de 2015

Foi de arrepiar...Blumenau realizou neste sábado o "SIMULADO DE DESLIZAMENTO" na comunidade da Rua Araranguá. Uma verdadeira operação de salvamento com a participação da Defesa Civil, dos Bombeiros, da Polícia Militar, do Exército, do Samu, do Hospital Santa Isabel, de Voluntários, da Imprensa e da Comunidade. Veja as fotos no #BlogdoJaime.

Foi de arrepiar...Blumenau realizou neste sábado o "SIMULADO DE DESLIZAMENTO" na comunidade da Rua Araranguá. 
Uma verdadeira operação de salvamento com a participação da Defesa Civil, dos Bombeiros, da Polícia Militar, do Exército, do Samu, do Hospital Santa Isabel, de Voluntários, da Imprensa e da Comunidade. Veja as fotos no #BlogdoJaime. 
O simulado contou com ajuda de um helicóptero dos Bombeiros/Samu que veio direto Florianópolis. Duas vítimas foram resgatadas e um óbito neste simulado.
Blumenau já é umas das referências no Brasil em operações de resgate em Deslizamento e Enchente. 
Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)

Blumenau se mobilizou para o simulado de deslizamento que aconteceu neste sábado dia 04/07/2015 na localidade da Rua Araranguá. Diversos setores do município participaram do evento, incluindo secretarias municipais, exército, Samu e Corpo de Bombeiros

Diversos setores do município, incluindo a participação de secretarias municipais, exército e Corpo de Bombeiro, participaram neste sábado, dia 4, do simulado de deslizamento com a comunidade da rua Araranguá, no bairro Ribeirão Fresco. Aproximadamente 45 famílias participaram do evento com a concentração dos trabalhos na Igreja Santa Luzia. 
As atividades iniciaram às 6h com uma mensagem de alerta emitida pelo AlertaBlu através de SMS aos moradores, informando sobre uma intensa chuva no município. O alerta também solicitou às famílias que saíssem das residências e se deslocassem para o abrigo mais próximo, na Comunidade Católica Santa Luzia.
Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)

Paralelamente, a equipe da Defesa Civil soou um alerta à comunidade com o apoio de veículos, anunciando o início das operações na região. A Defesa Civil iniciou o cadastramento dos moradores até das 07h30 às 8h30. A partir desta etapa inicial, a comunidade participou de palestras. O primeiro tema trabalhou as ações de prevenção e preparação da Secretaria de Estado da Defesa Civil em benefício de Blumenau, com o bombeiro militar e diretor de Prevenção, Mitigação e Preparação da Secretaria do Estado da Defesa Civil, Fabiano de Souza.
Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)

Na oportunidade, o diretor de Geologia, Análise e Riscos Naturais, Maurício Pozzobon, vai palestrou sobre Os Riscos de Deslizamentos de Encostas: uma enquete da rua Araranguá. O objetivo é informar à população local sobre a situação geográfica da região. A comunidade também foi contemplada com uma palestra sobre os níveis de alerta relacionados à condição do tempo com a chefe meteorologista do Sistema AlertaBlu, Francine Gomes Sacco. A finalização do temas foi com coordenadora dos Abrigos de Defesa Civil, Juliana Mary de Azevedo Ouriques, que falou exclusivamente sobre os abrigos temporários de Defesa Civil na cidade.

Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime) 

Salvamento
Paralelamente às palestras com a comunidade, foram realizadas atividades de vistoria pelos agentes de Defesa Civil com objetivo de localizar os pontos mais críticos com maior vulnerabilidade de deslizamento. Destaque especial para a simulação de soterramento com a participação de três vítimas e envolvimento direto do Corpo de Bombeiros. Segundo o diretor de Defesa Civil, Adriano da Cunha, uma das vítimas será resgatada por helicóptero e levada para o Hospital Santa Isabel.

 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)

O próximo passo foi o salvamento da segunda vítima, também de helicóptero, mas desta vez levada ao Hospital de Apoio, uma estrutura montada pelo Samu no pátio da Escola Alice Thiele para os casos onde não é possível sair de uma determinada situação ou de algum local. “Vamos também contar um óbito no simulado, no qual será feito com a terceira vítima soterrada. 95% dos casos reais de soterramento contam com esse fato”, diz Adriano.
Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime) 

Entre as secretarias que participaram estavam o Seterb, a Secretaria de Saúde e a Secretaria de Desenvolvimento Social (Semudes) com a atuação de profissionais para auxiliar no cadastramento das famílias nos abrigos. Além disso, a participação da Semudes também envolveu ajuda às pessoas envolvidas no simulado com a distribuição de colchões, alimentos e outros itens que garantam a manutenção da vida naquela situação.
 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime) 
Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime) 
 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime) 
Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime) 
 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime) 
 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)

Animais
A diretoria de Bem-Estar Animal também participou do simulado. Para o treinamento da equipe do Cepread, a atividade contou com cães e um cenário fictício, simulando um resgate real em situação de tragédia. A proposta é que todos os animais que estiverem em situação de risco em caso de enchente, enxurradas ou deslizamentos vão receber os cuidados necessários em um abrigo até poderem retornar para suas famílias ou local de origem. 
Segundo o diretor de Bem-Estar Animal, Eliomar Russi, a ação é de extrema importância, uma vez que as famílias que possuem animais de estimação e que residem em área de risco também necessitam ir para os abrigos. “Os animais também precisam estar seguros, abrigados e alimentados enquanto persistir a calamidade pública em nosso município. Além disso, muitas pessoas que estão correndo risco de vida se recusam a sair de suas casas, pois não querem abandonar os animais”, completa.
 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime) 
 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime) 
Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime) 
 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime) 
Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime) 
 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime) 
 Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)
Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime) 
Foto de Jaime Batista (Blog do Jaime)